• (31) 3846-5745
  • atendimento@fgpa.org.br
fgpa - banner2 - cópia - cópia - cópia

Raízes e Asas do Rio Doce” é um projeto que busca desenvolver o pensamento crítico de jovens líderes para atuarem como protagonistas em relação às questões socioambientais. Está aberto EDITAL para submissão de projetos. Venha fazer parte

Inscrição Projeto Raízes e Asas do Rio Doce
FGPA 25 ANOS - cópia
Compromisso.
Responsabilidade.
Confiança.
fgpa - banner2 - cópia - cópia
previous arrow
next arrow

Jovens protagonistas têm projetos aprovados em 20 municípios

Os jovens que fazem parte do projeto Raízes e Asas do Rio Doce, realizado pela Fundação Geraldo Perlingeiro Abreu (FGPA) já estão se movimentando para colocar em prática os projetos que vêm elaborando há alguns meses. Ao todo foram contemplados 22 projetos com verbas de até R$ 25mil para serem implantados na Calha do Rio Doce, região que envolve 20 municípios na área de abrangência do Raízes e Asas. A relação dos projetos aprovados está disponível no site da FGPA: http://fgpa.org.br/site/wp-content/uploads/2021/11/Edital-01-Resultado.pdf

Os projetos foram elaborados pelos jovens com a orientação dos facilitadores de cada município. São eles quem têm acompanhado todo o processo de escrita, desde as primeiras Rodas de Conversas até as Oficinas de Elaboração de Projetos, quando os jovens receberam orientações sobre definição de objetivos, construção de planilha orçamentária, plano de ações e estabelecimento de parcerias com instituições formais em cada município. 

Serão desenvolvidas iniciativas dos jovens com foco nas áreas ambiental, econômica, social e cultural. Os projetos são os mais diversos e vão desde o estímulo a feiras de negócios para jovens, recuperação de área degradada, revitalização de praça e criação de espaços culturais com exibição de filmes em espaços públicos e aulas de música.

 

Para a coordenadora do Raízes e Asas, Ana Marta Aparecida de Souza Inez, o projeto vem trazer grandes mudanças em nossa região. “É um grande movimento de atividades e ações que os jovens idealizaram e agora vão realizar nos municípios. O protagonismo juvenil tem surtido bons resultados pois são jovens conscientes de seu espaço na sociedade e que almejam um futuro melhor para todos”, comenta a pedagoga.

 

Agora, com os projetos já avaliados e selecionados, os proponentes terão até 06 meses para implementá-los nas cidades e durante todo o tempo os jovens vão continuar a receber orientações dos facilitadores da FGPA.  Cada um dos municípios pode receber uma verba de até R$ 25 mil para o desenvolvimento dos projetos aprovados.

 

Plataforma Moodle – Mesmo já tendo terminado o prazo para as inscrições de projetos, a plataforma Moodle que foi criada para a formação de jovens continua aberta a interessados em saber mais sobre bacia hidrográfica, Juventudes e Protagonismo Juvenil, nos módulos que estão sendo oferecidos gratuitamente. “A plataforma foi muito bem elaborada e os jovens podem continuar participando dela. Várias escolas têm utilizado seu conteúdo como suporte em disciplinas para os alunos de Ensino Médio com bons resultados”, comenta o pedagogo e um dos coordenadores do projeto, Mário Taniguchi. A plataforma pode ser acessada, mediante inscrição no projeto Raízes e Asas, no endereço: https://plataforma.fgpa.org.br/